Carta 041

29/04/2015 09:22

Em 27/4/2015, Gilmar escreveu:

Gostaria de receber maiores informações, sobre a igreja celeiros e participar deste projeto e receber informações quando tiver, estudos seminarios etc

A Paz do Senhor a Todos Os Irmaõs.

att.

Gilmar

 

Resposta, em 29/4/2015

Prezado Gilmar, que a paz do Senhor Jesus seja com toda a sua casa.

 Fico feliz em saber que você leu nossos textos institucionais e se interessou por este projeto.

Bom, a Igreja Cristã Celeiros (ICC) é muito simples, mas atende a todos os critérios formais e espirituais para sua existência.

Formalmente, temos estatuto registrado, CNPJ, conta corrente específica da Igreja, demonstrações financeiras mensais, estamos em dia com nossas obrigações perante o Estado (IRPJ, DCTF e RAIS), movimentamos e estamos assessorados contábil e juridicamente. Enfim, somos corajosos por iniciar algo novo, mas não somos aventureiros. Temos consciência de que não podemos simplesmente colocar uma placa de igreja sem observar as exigências que decorrem desta opção.

Do ponto de vista espiritual, temos conceitos, princípios e práticas claramente definidas e públicas. Nossa confissão de fé está disponível no site, bem como nossos valores bíblicos, com os quais estamos comprometidos. Ademais, procuramos fundamentar biblicamente todas as nossas escolhas, inclusive as administrativas, financeiras, fraternais e sociais.

Reconhecemos e respeitamos quem diverge de nós, mas temos posições bem assentadas. Não ficamos “em cima do muro”. Somos o que somos e não tememos mostrar ao mundo nossa cara. Também, não temos doutrinas exclusivas. Tiramos toda a nossa doutrina e prática religiosa da bíblia sagrada e temos convicção de que não estamos desvirtuando as escrituras sagradas em favor de outros interesses que não sejam os de Deus.

Em tudo buscamos praticar o que pregamos, a exemplo do modo como tratamos a questão da sustentação financeira da igreja (receita, despesa e investimento). Inclusive, tenho um livro que deixa explícita a nossa visão a esse respeito. Refiro-me ao livro “Dízimos e Ofertas: pretextos dos impiedosos”. Neste livro fica evidente que nem sempre concordamos com os ensinamentos das demais denominações. Por exemplo, fazemos firme oposição a algumas práticas neopentecostais, as quais consideramos absolutamente apartadas da fé cristã. Também, aborrecemos o legalismo incompatível com os ensinamentos de Jesus e com o período da graça em que a Igreja foi inserida após sua ressurreição. Mas, o fato de não concordarmos com algumas doutrinas não significa que queiramos mal aos que as seguem.

Importante destacar que não cerceamos as liberdades individuais. Cada um pode seguir o caminho que achar melhor. Entretanto, em relação à liderança da igreja, consideramos essencial que todos estejam alinhados em torno dos mesmos princípios, valores e objetivos, para que sejamos uma unidade “de fato”. Afinal, “andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?” (Amós 3:3 RA). Por isso, não queremos promover a falsa unidade, onde as pessoas estão reunidas, mas não unidas. Ao contrário, pretendemos que as pessoas de todos os diferentes lugares ou congregações estejam ligadas pelo amor e pela convergência de propósitos e não simplesmente pela placa da denominação. E isso só é possível começando com uma liderança alinhada.

Nós sabemos que o crescimento da igreja é algo desejável e saudável. No entanto, é preciso vigiar o tempo todo para que a verdadeira motivação seja sempre ver o nome de Jesus glorificado e o rebanho dele (e não o nosso) aumentado. Do mesmo modo que o homem cresce quando evolui, e não apenas quando aumenta de tamanho, acreditamos que o crescimento da igreja não significa somente aumento do número de membros.

Enfim, esses esclarecimentos são essenciais para que possamos compreender o que queremos quando convidamos pessoas a integrarem este projeto. Como somos transparentes no que pensamos e fazemos, damos inicialmente oportunidade para que as pessoas concordem ou não com o trabalho que fazemos.  Aos que concordam, abrimos as portas da unidade.

Na prática, consideramos que a melhor maneira disso acontecer é com diálogo e convivência, razão pela qual minha casa está de portas abertas para recebe-lo. Aqui em Brasília você poderá conhecer minha família e nossa igreja, que está em seus passos iniciais. Também, terá oportunidade para tirar suas dúvidas e expor suas pretensões. Nosso próximo seminário está programado para o final do segundo semestre deste ano, mas você pode nos visitar antes disso, caso queira.

O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.

Grande abraço,

Pastor Sólon.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!