Juntos e reunidos!

A palavra de Deus nos apresenta diversos indicativos de que a reunião dos crentes é indispensável à edificação da igreja como Corpo de Cristo. Embora nossa missão seja da porta da igreja para fora, é importante frequentarmos nosso quartel general, onde nos reunimos para compartilhar nossas experiências, reabastecer nossas despensas, adorar a Deus e ouvirmos seus conselhos e exortações.

Também, é bom lembrar que a reunião dos crentes nos ajuda a estar inseridos em um contexto útil à nossa santificação, uma vez que a congregação dos santos sempre traz à nossa lembrança os padrões morais e espirituais de Deus, diferentemente das reuniões nos demais contextos sociais aos quais estamos igualmente inseridos.

Se, inevitavelmente, convivemos a maior parte do nosso tempo com pessoas cujo Deus não é o Senhor e cujos princípios são distintos dos apresentados pelas escrituras sagradas, necessitamos ter, com habitual frequência, momentos de comunhão com pessoas que procuram padrões diferentes dos mundanos. Afinal, com aquilo que nos identificamos, nos envolvemos. E com aquilo que nos envolvemos, nos moldamos. Logo, podemos ser moldados aos poucos pelo grupo dos fiéis, que buscam fazer a vontade de Deus, ou podemos ser moldados por incrédulos, que procuram satisfazer os desejos da carne e a vontade do mundo.

Em geral, vale a sabedoria tradicional: “diga-me com quem andas e eu te direi quem és” e “Não se deixem enganar: "as más companhias corrompem os bons costumes". (1Co 15:33).

Vejamos, pois, alguns benefícios de estarmos regularmente congregados com os santos:

a) há um pastor que cuida das ovelhas:

Toda boa igreja que segue os padrões bíblicos possui um pastor empenhado em cuidar do rebanho, alimentando-o, conduzindo-o e protegendo-o. Os textos que seguem nos mostram que um bom pastor não trabalha por obrigação, por ganância ou para tirar proveito pessoal. Também, não conduz o rebanho com imposições, mas com exemplos:

“1 Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: 2  pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; 3  nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho.” (1 Pedro 5:1-3 RA)

“(...) É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, sóbrio, prudente, respeitável, hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e não apegado ao dinheiro.” (1Tm 3:2-3 NVI)

Eis, portanto, um grande benefício de estarmos inseridos em um rebanho: somos pastoreados por alguém que se preocupa conosco, que se interessa por nossos problemas e que está sempre disposto a nos ajudar em nossos desafios. Isso é muito bom!

b)uns ajudam os outros:

O homem é um ser social e não nasceu para viver isolado, mas integrado em meio a um grupo qualquer de pessoas com as quais se identifique ou que tenha muitas coisas em comum. Qualquer associação de pessoas as torna mais fortes, mais amparadas, mais úteis e mais importantes. O isolamento é reprovado por Deus:

"Quem se isola busca interesses egoístas e se rebela contra a sensatez." (Provérbios, 18:1 NVI)

Um dos propósitos da congregação é exatamente evitar que o homem desenvolva ainda mais suas tendências egoístas. Congregados tanto podemos receber como oferecer ajuda. Deus está com aqueles que não vivem para si mesmos!

“9  Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. 10  Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante. 11  Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? 12  Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.” (Eclesiastes 4:9-12 RA)

“Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber.” (Atos 20:35 RA)

Integrados ao Corpo de Cristo, assistimos e somos assistidos! Aleluia!

c) exercício de convivência

Somos diferentes uns dos outros, apesar de nossas comuns pretensões espirituais. Se nosso objetivo maior, entretanto, é ser moldado por Deus para a salvação de nossa própria alma, certamente o convívio com pessoas diferentes faz parte do processo de treinamento para o aperfeiçoamento da paciência e do amor.

Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;” (Colossenses 3:13 RA)

Nesse contexto aprendemos a conviver em harmonia com os outros, apesar das diferenças interpessoais, de modo que sejamos capazes de desenvolver relacionamentos e aprender a perdoar e a enxergar a necessidade de outras pessoas e não somente as nossas.

Se no mundo podemos evitar pessoas e lugares que não gostamos, na reunião dos crentes somos estimulados ao ajuste, por mais que isso afete nossas vaidades.

Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.” (Hebreus 10:25 RA)

“Que fazer, pois, irmãos? Quando vos reunis, um tem salmo, outro, doutrina, este traz revelação, aquele, outra língua, e ainda outro, interpretação. Seja tudo feito para edificação.” (1 Coríntios 14:26 RA)

Enquanto nossa natureza nos manda evitar o que não nos agrada, Deus nos manda amar, efetivamente, e não apenas com palavras.

A igreja física não é um local de reunião de pessoas perfeitas, mas onde se reúnem aqueles que têm o mesmo propósito de buscar a Deus e que permitem que o Senhor as trate para a salvação de suas almas.

Se você acha que é melhor que todos os grupos cristãos que existem e que está muito acima daqueles que buscam estar congregados, você pode ter razão, mas melhor que ter razão é ter família, amigos e irmãos.

Por isso, a humildade é muito importante.

Junte-se à Igreja do Senhor Jesus!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!