Como vencer o pecado

Como vencer o pecado

“1 Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga ao seu santo nome. 2  Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios. 3  Ele é quem perdoa todas as tuas iniqüidades; quem sara todas as tuas enfermidades; 4  quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia;” (Salmos 103:1-4 RA)

 

Quando há arrependimento, e uma volta verdadeira para Deus, há solução; há perdão, cura e libertação.

 

Arrependimento é reconhecimento do erro e a disposição de não mais praticá-lo.  Não se trata de remorso, pois este gera somente a culpa que leva a pessoa à depressão, mas não produz a mudança de atitude que efetivamente afasta o mal e traz vida ao homem.

 

Arrependimento, também, não é uma simples atitude de bom senso, procedente da razão, quando se reconhece o erro, mas uma convicção interior produzida pelo Espírito Santo, que gera paz no coração do homem.

 

Embora o arrependimento possa gerar tristeza no primeiro momento, posteriormente resultará em uma benéfica mudança  de vida. O arrependimento vem quando a luz de Deus chega às nossas vidas e nós passamos a nos enxergar de tal forma que a única coisa que nos resta é nos quebrantarmos diante de nosso Deus.

 

Sim, a consequência imediata do verdadeiro arrependimento é o quebrantamento.

 

Então, como nos libertarmos do pecado? Sendo radicais: uma vez arrependidos, a próxima atitude a ser tomada é ser radical com aquilo que nos fazia  pecar.  Jesus disse que se seu olho faz você pecar, é melhor arrancá-lo e jogá-lo fora. O mesmo foi dito em relação à mão.  Isso é radical! Mas, é o que devemos fazer, uma vez que o pecado conduz à morte e à destruição da família e dos sonhos. Por isso, é mais racional matar o que pode nos matar.

 

Outra atitude que nos fortalecerá diante do pecado, que de perto nos rodeia, é entendermos que quem está em Cristo é nova criatura. “PORTANTO, SE ALGUÉM ESTÁ EM CRISTO, NOVA CRIATURA É; AS COISAS VELHAS JÁ PASSARAM, TUDO SE FEZ NOVO” (2. Co 5:17).

 

Os nossos antigos pecados ficaram para trás, e passamos a andar em novidade de vida. Porém esse é apenas o início de uma nova vida.

 

“19 Falo como homem, por causa da fraqueza da vossa carne. Assim como oferecestes os vossos membros para a escravidão da impureza e da maldade para a maldade, assim oferecei, agora, os vossos membros para servirem à justiça para a santificação. 20 Porque, quando éreis escravos do pecado, estáveis isentos em relação à justiça. 21 Naquele tempo, que resultados colhestes? Somente as coisas de que, agora, vos envergonhais; porque o fim delas é morte. 22 Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna;” (Romanos 6:19-22 RA)

“22 no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, 23  e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, 24  e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.” (Efésios 4:22-24 RA)

 

Precisamos fugir do pecado, porque um dia iremos nos apresentar diante de um Deus santo, e com nossas vestes manchadas pelo pecado jamais entraremos em sua presença.

 

“O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (1 Ts 5:23 RA)

 

Ou entramos nesta batalha e lutamos a cada dia contra o pecado e todo mal que nos rodeia, ou nunca estaremos na presença deste Deus santo bendito  e  maravilhoso.

 

O nosso corpo, segundo o que nos ensina a palavra de Deus, foi criado para a habitação de Deus em nós. 

 

“Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1 Coríntios 3:16 RA)

“18  Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo. 19  Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?” (1 Coríntios 6:18-19 RA)

 

E como poderia um Deus puro e santo habitar em um corpo imundo, cheio de pecado?

 

“no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito.” (Efésios 2:22 RA)

 

A santidade de Deus não comunga nem jamais comungará com a profanação, impureza ou qualquer atitude que esteja em desacordo com sua santa palavra. Por isso, a Bíblia nos exorta de uma maneira muito clara quanto às terríveis consequências do pecado em nossas vidas.

 

“3  Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; 4  que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, 5  não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus; 6  e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, 7  porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação.” (1 Ts 4:3-7 RA)

 

Amados isto é sério! É vida ou morte! Uma questão de escolha pessoal! Deus está nos alertando e mostrando qual é o seu desejo  para  aqueles que foram alcançados por sua graça.

 

A responsabilidade é nossa. As atitudes que tomamos através do nosso corpo também são pesadas na balança de Deus e todo o nosso proceder, incluindo o nosso modo de nos vestirmos, de falarmos etc.

 

“15 pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, 16 porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.” (1 Pedro 1:15-16 RA)

 

Isto é um alerta de Deus para seus filhos, “sede santo porque eu sou santo”. Ser santo é ser separado de todo pecado, de toda forma de mal.

 

Seja radical contra este mal chamado pecado.

 

Salomão usou uma interessante figura para falar sobre a influência do pecado:

 

“Qual a mosca morta faz o ungüento do perfumador exalar mau cheiro, assim é para a sabedoria e a honra um pouco de estultícia.” (Eclesiastes 10:1 RA)

 

Assim é o pecado: faz as coisas bonitas que Deus criou exalar mau cheiro. Ele é tão forte que só pode ser vencido pela morte e pelo sangue de Jesus Cristo.

 

Mas, é importante lembrar que o sacrifício de Cristo só tem eficácia na vida de um servo arrependido. Por isso, “arrependei-vos, pois é chegado a vós, o Reino de Deus”, onde só entraremos com arrependimento.

 

O salmo 51 é um ótimo exemplo de alguém que pecou, mas entendeu que esse pecado o afastava de Deus e trazia terríveis consequências sobre sua vida. Por isso o salmista se arrependeu. E mais! Escreveu seu arrependimento para nos servir   de   exemplo.

 

Mate hoje mesmo, aquilo que poderá apresenta-lo morto amanhã diante de Deus.

 

Pr. Ademir Lima – prademirlima@gmail.com

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!