Carta 287

07/07/2013 11:25

Pastor Sólon meu nome é MARIA, há tempos leio seus artigos e cada dia que passa me edifico mais. Agradeço a Deus pela sua vida e pela oportunidade que tive de abrir meus olhos a tempo.

Tinha 22 anos que congregava na ICM , isto e desde a minha adolescência. Fui convencida pelo meu tio a sair da igreja batista onde congregava e a partir dai aprendi  a ser soberba e achar que tinha encontrado a salvação e por isso fazia gozações das outras denominações, já que foi assim que aprendi nos seminários onde passávamos alguns momentos rindo das mesmas e rotulando como mescla, enxurrada e outras coisas mais, das quais eu me envergonho. Como me arrependo de um dia ter tido esse tipo de entendimento menosprezando assim os nossos irmãos que um dia o senhor resgatou com o seu precioso sangue.

 O tempo passou conheci um rapaz da igreja q terminou comigo porque apareceu uma jovem dizendo que era com ela que ele deveria casar, pois eu não era nada na obra e não tinha função e ela era uma serva que tinha isso e aquilo e não sei mais o que. Fui trabalhar em uma empresa e conheci um rapaz do mundo e o levei para igreja. Ele gostou e começou a frequentar a igreja. Depois de um tempo resolvemos nos casar,e ai que começou o meu martírio. Passamos pelo famoso grupo de intercessão e ai fui exposta de uma forma que jamais imaginei. Essa moça que na época casou com o rapaz que era meu namorado levou um sonho que dizia o seguinte: que eu estava de noiva e que eu não entrava na igreja pois meu vestido estava manchado de sangue.

Eu fui uma moça criada na igreja e me resguardei  (pausa para chorar). Fui julgada como indigna para me casar na igreja pois não sabia como me defender diante de tal situação. Eles foram rígidos comigo como se o sonho que ela teve fosse a única verdade. Minha família sofreu muito eu fui fraca na época. Não corri atrás pois o medo era de expor a obra como não ter  conhecimento bíblico e ruim feridas que nem o tempo apaga.

Eu continuei na Maranata. Meu esposo se afastou pois era novo e não entendeu, pois tinha certeza que não tinha me tocado indevidamente. Meus sonhos desmoronaram com relação a essa expectativa. Hoje, depois de 15 anos de casados, somos felizes. Essa moça que teve o sonho comigo e que casou com o rapaz que era meu namorado está divorciada e fora da igreja. Não falo isso com gloria.

Mais agradecida, pois tinha 15 dias que tinha sido levantada para senhora responsável, foi quando comecei  a ler seus estudo,  testemunhos e comecei a fazer uma retrospectiva e vi que realmente contra fatos não há argumentos.

Estou fora da Maranata tem 4 meses. Estou passando por um processo de adaptação em outra igreja mas sem neura, livre de dogmas de ordenanças humanas e isso é maravilhoso. Hoje é somente a escritura e ela é suficiente para mim. Entendi que sou salva pela graça. Entendi que o único meio de gaça é a fé.

Que maravilhaaaaaaaaaaaa

Tenho enfrentado momento difícil com relação a minha vida financeira e eu me perguntava todos os dias me culpava, mas sei que o senhor e poderoso para me dar a vitoria.

Às vezes sinto que estou fraca na caminhada não por não ser mais da Maranata, pois essa decisão foi tomada de forma segura e sem nenhum tipo de arrependimento.

Tive promessas em profecias e mais uma vez vi o meu mundo desabar hoje estou com uma empresa falida sem saber o que fazer, cheia de dividas e tudo isso usando a consulta a palavra.

Então penso ser necessário Deus usar pessoas como o senhor pastor pois como faríamos se você não tivesse a coragem de postar tais esclarecimentos que ajuda a tantos ter os seus questionamentos respondidos á luz da palavra.

Tem gente que acha que eu estou negando , apostatando pois as vezes publico algo sobre esses assuntos. Falar a verdade publico direto e aqueles que eram meus amigos ficam chateados. Eu sei mas eu não me importo pois assim como Lutero um dia abriu a sua boca para abrir os nossos olhos, um dia você pastor resolveu que não se calaria. Entendo que mesmo indo de encontro a muita gente não posso me calar.

Sem mais obrigado,

MARIA.

 

RESPOSTA

Irmã MARIA, paz!

Imagino que agora seja a hora de Deus "fazer de novo": tudo novo! Imagine que você acaba de se converter e que há uma restauração começando em sua vida, em suas emoções, em seu casamento, em seus negócios seculares e, principalmente em sua vida espiritual. Sim, se você crer, há um vinho novo para encher seu odre.

Caso você seja do Estado do Espírito Santo, estarei em Vila Velha com mais dois pastores nos dias 3 e 4 de agosto para dar continuidade a um trabalho de libertação que começamos e que está trazendo resultados impressionantes na vida das pessoas que têm participado. Você deu um importante passo, mas precisa seguir em frente, pois há muitas coisas adiante. Sei que Deus lhe dará vitória, pois você já foi resgatada por alto preço.

O seu relato pode ajudar muitas pessoas que já passaram ou estão passando por situações semelhantes a que você enfrentou e que conseguiu se desvencilhar. Por isso, se você autorizar, gostaria de publicar esta sua mensagem na seção de cartas do site Celeiros.

Grande abraço!

 

NOVO CONTATO

Obrigada pela resposta tão imediata, não sou de vitória sou de (...),mas tem minha autorização para colocar sim no site celeiros. Fique a vontade e a paz do senhor.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!