Carta 045

10/07/2015 11:14

Em 8/7/15, Pr. Gilmar escreveu:

Formulário "Faça parte deste projeto":

Quero participar deste Projeto, e Gostaria de receber maiores informações, e de toda a programação.

Newsletter:

A Paz do Senhor Jesus Pastor Sólon é a todos os Irmãos da Igreja, e que toda a Gloria, Todo o Louvor e Toda a Honra seja dada ao nome do Nosso Senhor e Salvador.

 
Glorifico ao Nosso DEUS, por esté local consagrado ,que tenho a certeza e o primeiro de muitos locais a serem consagrado.
 
Grande abraço a Todos

 

Resposta, em 10/7/2015:

Prezado Pr. Gilmar, que a paz do Senhor Jesus seja com toda a sua família.

Fico feliz com sua interação e desejo de contribuir para que possamos levar a efeito o projeto que está no coração de Jesus, livre de todo misticismo, sensacionalismo, marketing, egoísmo, avareza, política e materialismo que invadiu o evangelicalismo moderno.

Confesso que nossa missão não é nada fácil. Muitas são as resistências advindas, principalmente, do mundo espiritual maligno, contrário a toda obra de rompimento com as estruturas formais majoritárias do evangelho distorcido, o qual somente interessa ao Diabo que seja preservado como está.

Por essa razão, não contamos com muitos colaboradores. Também, o fato de não abraçarmos o evangelho fácil, de não impormos nada a ninguém, de não nos levantarmos como "homens de especial revelação", e de não utilizarmos a estratégia do medo, nosso progresso é naturalmente mais lento. Assim, temos que ser pacientes, perseverantes e determinados, prontos a fazer tudo sozinhos. O fato é que muitas pessoas gostam de estar conosco, mas poucos estão dispostos a se comprometer. Tenho muitos observadores e poucos cooperadores. Às vezes, sinto-me sozinho, mas não nem por isso alicio pessoas com promessas falsas. Quando não tenho quem ajude, faço o que tem de ser feito sozinho mesmo. A recompensa é a paz.

“Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo; e sede agradecidos.” (Colossenses 3:15 RA)

Sim, a paz que indica que não estamos em rebelião contra Deus é algo que nos conforta mesmo quando somos envolvidos em situações que sabemos ser procedentes da resistência maligna para nos impedir de caminhar. Quando olho para trás, vejo isso claramente. Somente nos últimos 30 dias quase morri por duas vezes. 

Da primeira vez, logo ao mudarmos para o novo salão, dia 20 de junho, fui atingido por uma caminhonete no caminho de volta da igreja. Mas, Deus me livrou e fiquei apenas com a marca do cinto de segurança em meu corpo. O carro não teve a mesma sorte. E a caminhonete? Não sei de onde veio e nem para onde foi, pois fugiu do local do acidente.

Na semana passada, eu seguia pela BR-070, rumo ao trabalho de Anápolis, quando, por volta das 19h, fui surpreendido por um carro fazendo uma ultrapassagem proibida. Desviei para o acostamento e ele fez o mesmo. Para não me chocar de frente, fui para fora da estrada. Mais uma vez, minha vida foi preservada.

Bom, se o Diabo que me matar, parece que Deus me quer vivo. Então, enquanto vivos, nos dois sentidos, vamos cumprir com a nossa missão.

“17 Os mortos não louvam o SENHOR, nem os que descem à região do silêncio. 18 Nós, porém, bendiremos o SENHOR, desde agora e para sempre. Aleluia!” (Salmos 115:17-18 RA)

Por último, louvo a Deus por seu reiterado interesse em participar deste projeto. Hoje, estou saindo de férias por alguns dias e quando voltar começarei a preparar o nosso seminário.

O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.

Grande abraço,

Pastor Sólon.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!