A missão do discípulo

23/04/2013 22:44

Se somos discípulos de Jesus, temos uma missão a cumprir. Essa tarefa é diferente do que chamamos de ministério. Ministério é o nosso trabalho no Corpo de Cristo, junto aos membros da igreja. Já a missão é nosso serviço no mundo junto aos necessitados, não-crentes. Muitos acumulam esses dois trabalhos: ministério e missão.

Jesus compreendeu e cumpriu sua missão aqui na terra e nós devemos fazer o mesmo. Evidentemente que, se vamos pregar o evangelho, primeiramente devemos conhecê-lo bem. E ninguém melhor para nos ensinar o evangelho do que o próprio Senhor Jesus. Por isso, sem desprezar o Velho Testamento, todo discípulo deve se dedicar à leitura e à compreensão do Novo Testamento. Curiosamente, hoje temos presenciado muitas pessoas que se dizem discípulos de Jesus, mas não têm o hábito da leitura bíblica. Alguns, passam anos a fio freqüentando a igreja, mas nunca leram nem o Novo Testamento por completo.

Ao lermos o Novo Testamento, devemos prestar especial atenção ao sermão do monte, concentrado nos capítulos 5 a 7 do evangelho segundo Mateus, pois esse sermão é a reunião de vários ensinamentos de Jesus, transmitidos diretamente aos discípulos, objetivamente, sem rodeios e sem mensagens indiretas baseadas em parábolas ou enigmas. Não se trata de ensinamentos retirados de acontecimentos da vida de Jesus, mas de determinações expressas da própria boca do mestre.

Não há como pretender falar do evangelho de Jesus se não estamos dispostos a cumprir com as suas ordens. Todo discípulo de Jesus deve compreender e praticar esses ensinamentos de Jesus antes mesmo de procurar ensinar o seu evangelho.

QUAL A MISSÃO DO DISCÍPULO?

Em português, “missão” vem da palavra latina que significa “enviar, deixar ir, partir”. No nosso contexto, devemos pensar se estamos passivos ou se ativamente estamos partindo, como representantes de Jesus, para o campo ainda não semeado, a fim de lançarmos a semente da palavra de Deus, anunciando, em especial, o evangelho do Senhor Jesus, sem tirar nem acrescentar nada.

Assim, mesmo que estejamos plantados em algum lugar (escola, faculdade, trabalho, comunidade etc.), na condição de discípulos, temos a missão de compartilhar o evangelho com todos aqueles que nos cercam e que não conhecem a salvação de Jesus.

Deus quer salvar o homem das garras de Satanás e de uma condenação que paira sobre todos os que estão em rebeldia contra Ele. Deus deseja reconciliar o homem consigo e proporcionar-lhe uma vida melhor. Mas, não é só isso. Deus quer enviar o homem a propagar sua mensagem de salvação. E para que essa mensagem não pare em nós, Jesus ordena que continuemos sua missão. Ele não nos chama apenas para ir até ele, mas também para ir por ele.

Nossa missão requer grande responsabilidade, mas é para nós um grande privilégio.

É uma grande honra ser usado por Deus, ser um embaixador de seu reino glorioso.

Jesus assegura nossa salvação, põe-nos em sua família, dá-nos seu Espírito e, depois, torna-nos seus representantes nesta Terra.

Nossa missão envolve dois grandes privilégios: trabalhar com Deus e representá-lo nesta Terra. Somos co-participantes de um grande projeto divino. Paulo nos chama de “cooperadores” e diz: “E nós, na qualidade de cooperadores com ele...” (2Co 6.1).

Não devemos, pois, nos esquecer do preparo: ler a palavra de Deus diariamente, ouvir mensagens que falem do evangelho de Jesus (a fé vem pelo ouvir), guardar seus ensinamentos e os colocar em prática.

CONCLUSÃO

Portanto, importa que aprendamos detidamente, não só o evangelho da salvação, que um dia recebemos por meio de outro discípulo, mas os ensinamentos dados por Jesus como princípios e valores a serem praticados por quem deseja segui-lo e servir aos seus propósitos como seus embaixadores.

Mãos à obra!

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!